Vítima de atropelamento em Lages segue em estado grave

0
178
Foto: Divulgação

No atropelamento que aconteceu no Centro de Lages, na sexta-feira (1º), entre os sete atingidos, a que mais se feriu foi Janaína Antunes Correa, de 33 anos. Ela estava caminhando no calçadão Túlio Fiúza de Carvalho, quando foi atingida pelo Sandero prata, conduzido pelo motorista Giovanni Oliveira Fornari.

Janaína, que é deficiente auditiva, teve politraumatismo, quebrando as duas pernas e o braço direito. Desde sexta, ela passou por algumas cirurgias e segue em coma induzido na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Nossa Senhora dos Prazeres. O estado de saúde dela ainda é complicado e não se descarta o risco de morte.

Após o atropelamento, o motorista desceu do carro e tentou fugir, mas foi cercado por policiais. Ele ainda teria atacado PMs com uma faca, os agentes reagiram e o homem foi baleado no abdômen. Giovanni Oliveira Fornari foi socorrido e levado ao Hospital Nossa Senhora dos Prazeres (HNSP), mas não resistiu aos ferimentos e morreu, cerca de três horas depois de dar entrada no hospital.

As outras seis pessoas feridas no atropelamento já receberam alta do hospital. O sargento da Polícia Militar, Joel Alves de Souza, de 48 anos, foi uma das vítimas.

Em vídeo, Joel deu seu depoimento sobre o acidente e relatou como foi o atropelamento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here