Governo projeta salto de 30% na produção de grãos em 10 anos

0
69
Foto: Divulgação

A safra brasileira de grãos e oleaginosas deve atingir 302 milhões de toneladas em 2027/2028, o que representará um crescimento de 30% na comparação com os atuais 232 milhões de toneladas, de acordo com o estudo Projeções do Agronegócio do Brasil, do Ministério da Agricultura, divulgado na segunda-feira (6).

A safra de soja do Brasil deve saltar para 156 milhões de t em 2027/2028, versus aproximadamente 120 milhões atualmente, enquanto a de milho crescerá para 113 milhões.

O ministério afirmou que a área com todas as lavouras passará de 75 milhões para 85 milhões de hectares, uma alta de 13,3% em 10 anos, com crescimento de plantio em pastagens ou em áreas degradadas.

“As maiores expansões devem ocorrer no plantio de soja, cana de açúcar e milho. Lavouras, como arroz, feijão, mandioca e laranja, devem ter redução de área plantada. Ganhos de produtividade deverão compensar as reduções, de modo que não haverá recuo de produção. O café deve apresentar certa estabilização da área e os ganhos de produtividade obtidos nos últimos anos permitem obter produção crescente, mesmo com tendência de redução de área”, afirma o ministério.

O estudo projeta ainda uma produção de carnes de 34 milhões de toneladas em 2027/28, o que representa acréscimo de 7 milhões de toneladas sobre 2018, ou alta de 25%. O maior crescimento deve ocorrer nas carnes suína e de frango, seguidas por carne bovina.

A maior expansão deverá ocorrer no Centro Oeste e no Norte, com aumento de produção estimado em 34,8% e 34%, respectivamente. Os maiores avanços deverão ocorrer nos estados de Rondônia, Tocantins e Pará. Quanto à área plantada de grãos, os estados do Centro Oeste terão incremento de 28,2%; do Norte, 23% e do Sul, 7,5%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here