Carlos Moisés faz um balanço do primeiro ano de governo

0
61
Foto: Divulgação

O governador Carlos Moisés (PSL) divulgou um balanço do primeiro ano de mandato e anunciou projetos para os próximos anos na manhã desta segunda-feira (6), no Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis.

Saúde

Foi anunciada a criação de um novo complexo hospitalar em Florianópolis, que será viabilizado por meio de parceria público-privada.

O local irá abrigar quatro unidades públicas: Hospital Nereu Ramos, Hospital Governador Celso Ramos, Hospital Infantil Joana de Gusmão e a Maternidade Carmela Dutra. O complexo vai funcionar no mesmo terreno onde atualmente está localizado o Hospital Nereu Ramos.

“O que a gente tem na saúde hoje, que é uma crise, é uma oportunidade. A gente tem uma dificuldade de gestão, em Defesa Civil sempre falavamos, que toda crise é uma oportunidade. Oportunidade para muitos”, disse Moisés.

Em relação à entrada da iniciativa privada na saúde pública, o governador falou como será feita a gestão e também da expectativa. No entanto não informou prazos.

“A parceria público-privada visa, nesse caso, manter os servidores públicos do estado atuando na prestações dos serviços, mas o que diz respeito a servir alimentos, limpeza, hospedagem, lavanderia, segurança, estacionamento […] Se você explorar isso através da iniciativa privada, você vai ter um belo mercado e o serviço melhora”, afirmou.

Segurança pública

A troca da presidência do Colegiado Superior de Segurança Pública do estado também foi oficializada nesta manhã. O delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Koerich, assumiu a função, que em 2019 foi ocupada pelo comandante-geral da Polícia Militar, coronel Araújo Gomes.

O colegiado foi criado em 2019 pela gestão de Moisés e está previsto para ser comandado anualmente por um dos chefes de cada órgão da Segurança Pública do estado. Os próximos a ocuparem a presidência serão representantes do Corpo de Bombeiros Militar e do Instituto Geral de Perícias (IGP).

Promessas de campanha

G1 Santa Catarina fez um levantamento das promessas feitas pelo governador Carlos Moisés durante a campanha eleitoral de 2018. Treze promessas foram acompanhadas ao longo do primeiro mandato.

Quatro delas foram consideradas cumpridas, duas cumpridas em parte e sete ainda não foram cumpridas. Entre as promessas cumpridas estão a diminuição do número de secretarias e a extinção das agências de desenvolvimento regional.

Já entre as promessas que ainda não foram cumpridas, estão a elaboração de um plano estadual de mobilidade urbana e a criação de um programa de juro zero para o agronegócio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here