Secretaria de Saúde confirma dois casos de coronavírus em SC

0
77
Foto: Divulgação

Pacientes, um homem de 34 anos e uma mulher de 28, foram diagnosticados em Florianópolis. Casos ainda não constam dos dados atualizados do Ministério da Saúde.

Dois casos de coronavírus foram confirmados nesta quinta-feira (12) em Santa Catarina pela Secretaria de Estado da Saúde, sendo os dois em Florianópolis. Os pacientes, um homem de 34 anos e uma mulher de 28 anos, contraíram a doença no exterior não precisaram ser internados. Os diagnósticos de ambos ainda não constam dos dados atualizados pelo Ministério da Saúde. Até as 16h40, ainda havia 73 casos suspeitos em monitoramento no estado.

A mulher é brasileira e mora na Holanda, sendo atendida no posto de saúde do bairro Córrego Grande. Ela chegou ao Brasil no dia 23 de fevereiro e começou a apresentar os sintomas no último dia 8. Já o homem mora em Florianópolis e esteve em Nova Iorque, nos Estados Unidos. Ele voltou no dia 6, começou a se sentir mal no dia seguinte, e recebeu atendimento no Hospital Baía Sul, no Centro.

Os dois pacientes estão sendo monitorados e recebendo tratamento em casa. A pasta da Saúde informou que vai fazer contato com as pessoas que convivem com ambos para coletar as amostras e fazer os testes para Covid-19.

Conforme o secretário, apesar da confirmação dos dois casos, ainda não há a necessidade de restrição de circulação de pessoas no estado, sendo que a população deve tomar os cuidados básicos de prevenção, como lavar as mãos com frequência, usar álcool em gel e “etiqueta respiratória”.

Os testes no Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) começaram a ser feitos nesta quinta e demoram entre 24 horas e 48 horas para ficarem prontos, informou Zeferino. “O momento agora é que o estado passa a adotar ações de desenhar cenários de coisas que possam acontecer no estado, baseado no histórico de outros países”, disse o secretário.

Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

Centro de Operações de Emergência

Nesta quinta, o governo instalou um Centro de Operações de Emergência em Saúde (Coes) para enfrentamento do coronavírus. O grupo ficará no Centro Integrado de Gestão de Riscos e Desastres (Cigerd), na Defesa Civil, na capital, e vai monitorar a evolução dos casos suspeitos e preparar a rede estadual para atender possíveis pacientes.

O governador Carlos Moisés (PSL) também editou decreto que estabelece medidas de emergência para conter o avanço da doença.

Pandemia

Na quarta-feira (11), a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou a pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2). O órgão acredita que o número de pacientes infectados, de mortes e de países atingidos deve aumentar nos próximos dias e semanas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here