São Cristóvão do Sul concede desconto de 20% no IPTU em cota única

0
50
São Cristóvão do Sul possui 1.950 imóveis cadastrados no Departamento de Tributação do município e que receberam as guias para pagamento do imposto predial e territorial urbano (IPTU), que oferece 20% de desconto para pagamento em cota única, com vencimento no dia 17 de julho, ou a possibilidade de parcelamento em até seis meses, com a primeira parcela para o dia 17 de julho e as demais no dia 10 de cada mês.
De acordo com o agente tributário Élcio Ortiz, o valor lançado do IPTU 2020 corresponde a R$ 500 mil, com a estimativa de arrecadar, com base nas arrecadações dos anos anteriores, até R$ 260 mil através do pagamento em cota única.
Segundo Élcio, os recursos advindos com o pagamento do imposto são obrigatoriamente aplicados na educação (25%) e na saúde (15%), restando 60% para investimentos em outras áreas. Dentre as ações deste ano e a obrigatoriedade de aplicação de 15% dos valores arrecadados na área da saúde, segundo o secretário, serão reforçados os investimentos em medidas preventivas e de combate à Covid-19, como aquisição de testes rápidos e equipamentos de proteção para os profissionais da saúde.
ISENTOS
Entre os imóveis cadastrados, SCS possui 230 contribuintes com benefício da isenção do pagamento do IPTU, sendo que recebem os carnês para pagamento apenas da taxa de lixo. Para requerer a isenção basta ser aposentado ou pensionista; possuir um único imóvel em seu nome, que é utilizado para sua moradia; e comprovar renda de até dois salários mínimos mensais.
Em 2019, o IPTU lançado foi de R$ 470 mil, sendo arrecadado o valor de R$ 240 mil em cota única e R$ 50 mil por meio do pagamento parcelado.
Segundo relatório, restaram R$ 120 mil em aberto, com o índice de inadimplência de 25%, o que acarreta na possibilidade de inscrição em dívida ativa e cobrança judicial.
A maioria dos contribuintes optou pelo pagamento em cota única dos valores devidos, alcançando 64%. O pagamento de forma parcelada foi a escolha de 11% dos contribuintes.
“Do montante arrecadado em 2019, investimos R$ 72 mil na educação, R$ 43 mil na saúde e destinamos R$ 175 mil para o pagamento do serviço de coleta e destinação final do lixo, que foi de R$ 217 mil no ano”, informou o secretário de Administração Toniel da Silva.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here