Vinte e três cidades de SC não registram assassinatos há 10 anos

0
80
Foto: Reprodução Redes Sociais

Pacatas e pequenas: são assim as 23 cidades de Santa Catarina que há pelo menos 10 anos não registram ocorrências de assassinato. Na lista dos municípios, 11 estão localizadas no Oeste, cinco no Vale do Itajaí, quatro no Sul, dois no Meio-Oeste e um na Grande Florianópolis.

Os dados são da Secretaria de Segurança Pública do Estado de Santa Catarina (SSP). Veja a lista:

Presidente Castello Branco – 1.547 habitantes – Oeste
Tigrinhos – 1.619 habitantes – Oeste
Frei Rogério – 1.970 habitantes – Meio Oeste
Alto Bela Vista – 1.926 habitantes – Oeste
Ermo – 2.061 habitantes – Sul
Bom Jesus Do Oeste – 2.139 habitantes – Oeste
Santa Rosa De Lima habitantes – 2.147 – Sul
Santa Helena – 2.200 habitantes – Oeste
Mirim Doce – 2.283 habitantes – Vale do Itajaí
Lacerdópolis – 2.247 habitantes – Oeste
São Bonifácio – 2.814 habitantes – Sul
Rancho Queimado – 2.887 habitantes – Grande Florianópolis
Iomerê – 2.962 habitantes – Meio Oeste
Chapadão Do Lageado – 3.006 habitantes – Vale do Itajaí
Serra Alta – 3.256 habitantes – Oeste
Zortéa – 3.398 habitantes – Oeste
Treviso – 3.966 habitantes – Sul
Witmarsum – 3.998 habitantes – Vale do Itajaí
Tunápolis – 4.525 habitantes – Oeste
José Boiteux – 5.007 habitantes – Vale do Itajaí
São João Do Oeste – 6.402 habitantes – Oeste
Laurentino – 7.063 habitantes – Vale do Itajaí
Ouro – 7.272 habitantes – Oeste

Cidades com menos de 10 mil habitantes

Todas as cidades da lista têm menos de 10 mil habitantes. Muitas fazem divisa entre si, como é o caso de Ouro, no Oeste catarinense, que é vizinha de Presidente Castello Branco, o menor município da lista, com 1.547 moradores, segundo a estimativa do IBGE para 2020.

Homicídios em 2020

Segundo dados da Diretoria de Informação e Inteligência (Dini), divulgados na terça-feira (20), nos últimos 10 meses do ano mais da metade das cidades catarinenses não tiveram registro de homicídio. Das 295 cidades, 173 (58.6%) não registraram assassinato em 2020.

Outro dado divulgado pela pasta foi a a taxa de resolutividade naquelas cidades onde houve o registro de homicídio. Em 48 cidades catarinenses a taxa é de 100% e nas outras 55 a taxa é de 80%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here