Quadrilha levou cerca de R$ 80 milhões de banco em Criciúma

0
174
Foto: Polícia Civil, Divulgação

A quantia levada pela quadrilha que assaltou um banco em Criciúma na madrugada da última terça-feira (1º) foi de cerca de R$ 80 milhões, informou o delegado Anselmo Cruz, da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic). A declaração foi dada por ele ao Fantástico, da TV Globo, em reportagem veiculada neste domingo (6).

— Foi em torno de R$ 80 milhões, isso que foi subtraído, mas ainda assim existe conferência sendo feita e refeita porque houve muito dinheiro danificado — disse Anselmo Cruz.

Até então, a quantia levada pelos criminosos no assalto ao banco, considerado o maior da história de Santa Catarina, não vinha sendo informada oficialmente pelas autoridades.

Até agora 12 pessoas suspeitas de envolvimento no assalto foram presas. O décimo segundo suspeito foi preso na madrugada de sábado (5) em Blumenau, no Vale do Itajaí.

Na quarta-feira (2), a polícia também encontrou um galpão utilizado pelos assaltantes, em Içara, a 9 km de Criciúma. Segundo a PM, o local foi utilizado para pintar os carros usados pelos criminosos no assalto. A polícia também descobriu uma casa na cidade de Três Chachoeiras (RS), a 100 km de onde os crimes ocorreram, que teria sido usada pelos criminosos.

Como foi o assalto

Conforme a polícia, cerca de 30 homens encapuzados atuaram no assalto à agência bancária, localizada no Centro de Criciúma. A ação teve início no fim da noite de segunda (30), por volta das 23h50min, e se estendeu ao longo da madrugada de terça.

Os criminosos provocaram incêndios, bloquearam ruas e acessos à cidade, atiraram contra o BPM (Batalhão de Polícia Militar) e usaram pessoas como escudos – a polícia estima que entre 10 e 15 pessoas foram feitas reféns, seis delas funcionários do Departamento de Trânsito e Transporte (DTT) de Criciúma que pintavam faixas nas ruas da cidade.

Um policial militar foi baleado durante a ação. Ele passou por três cirurgias e segue internado.

Os dez carros usados pelo grupo na ação foram encontrados escondidos em um milharal na cidade vizinha de Nova Veneza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here